Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Substituição da Bandeira

Publicado: Segunda, 08 de Maio de 2023, 12h24 | Acessos: 750
imagem sem descrição.

A Praça do Três Poderes, em Brasília, recebeu uma nova Bandeira Nacional na manhã do dia 07 de maio. A troca da Bandeira, que acontece no primeiro domingo de cada mês, é uma das maiores expressões do civismo para o País. Sob a coordenação do Comando Militar do Planalto (CMP), o evento contou com o desfile da tropa e com a apresentação da Banda Marcial do Exército.
Participaram da solenidade o Comandante Militar do Planalto, General de Divisão Ricardo Piai Carmona; o Comandante do 7° Distrito Naval, Vice-Almirante José Vicente Alvarenga Filho; o Secretário Executivo de Segurança Pública, Alexandre Rabelo Patury; o Subcomandante Geral da Polícia Militar do Distrito Federal, Coronel Adão Teixeira de Macedo; e diversos Comandantes das Organizações Militares diretamente subordinadas ao CMP, dentre outras autoridades.
O hasteamento, realizado ao som do Hino Nacional juntamente com a salva de 21 tiros de canhão, contagiou quem esteve presente no local. A fanfarra do 1º Regimento de Cavalaria de Guardas – Dragões da Independência – também conduziu o Hino à Bandeira durante o arriamento do pavilhão substituído.
A substituição ocorre mensalmente, em um rodízio que envolve a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro, a Força Aérea Brasileira, a Polícia Militar do Distrito Federal e o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal.

O Pavilhão Nacional

“Sob a guarda do povo brasileiro, nesta Praça dos Três Poderes, a Bandeira sempre no alto”. Esta frase está gravada no mastro localizado na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. O mastro, que sustenta a maior bandeira hasteada do mundo (com 286 m² e 90 quilos), possui 100 metros e foi construído com o objetivo de ser um local apropriado para a exposição da Bandeira Nacional em tamanho gigante e desde então, tornou-se um marco da capital federal, símbolo da grandeza e grandiosidade da nação brasileira.

registrado em:
Fim do conteúdo da página