Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Exército comemora 100 anos de vida do pracinha Nestor da Silva

Acessos: 1090
imagem sem descrição.

O Exército Brasileiro, por meio do Comando Militar do Planalto (CMP), realizou, no dia 14 de julho, às 10h30, solenidade militar em comemoração aos 100 anos de vida do Tenente-Coronel Nestor da Silva, pracinha que participou de efetivos combates na Itália durante a Segunda Guerra Mundial. A homenagem ao ex-integrante da Força Expedicionária Brasileira (FEB) aconteceu no Batalhão da Polícia do Exército de Brasília.

A formatura foi presidida pelo Secretário de Economia e Finanças do Exército, General de Exército Antonio Hamilton Martins Mourão. Durante o evento, foi entregue ao Febiano uma panóplia comemorativa e realizada a leitura de um texto em sua homenagem. Ao final, as tropas do CMP desfilaram em continência ao veterano.

A comemoração do centenário emocionou os presentes ao relembrar a história do combatente, iniciada em 13 de julho de 1917, em um casarão de chão batido, na localidade de Moinho Grande, município de Lagoa Santa (MG). Caçula entre os oito filhos do casal João da Silva e Luíza da Silva, foi criado pelo pai a partir dos três anos, após o falecimento de sua mãe.

Ingressou nas Forças Armadas em 2 de março de 1938, no 10° Regimento de Infantaria, em Minas Gerais. Em 1943, foi transferido para o 11° Batalhão de Infantaria, em São João Del Rei (MG), Unidade orgânica da FEB. Ali, o militar seria preparado para o combate na Itália, para onde partiu em setembro de 1944. Na cidade de Pisa, recebeu armamento, equipamento, fardamento e treinamento americano.

Em território europeu, o então Sargento do Exército participou de diversas batalhas contra os alemães. Como subcomandante de pelotão, atuou em 18 patrulhas nas linhas inimigas e tomou parte em quatro famosos confrontos: Galiciano Braga, Monte Castelo, Castelnuevo e Montese. De volta ao Brasil, casou-se, teve cinco filhos, dez netos e seis bisnetos. Atuou nas Forças Armadas até o ano de 1992 e, mesmo nos dias atuais, ainda se diz pronto para o Brasil.

Agradecimento – Ainda em comemoração ao centenário do Tenente-Coronel Nestor da Silva, uma missa foi realizada na noite de 13 de julho, no Oratório do Soldado. O Comandante Militar do Planalto, General de Divisão Luiz Carlos Pereira Gomes, acompanhado de militares da ativa e da reserva, além de familiares e amigos do combatente, prestigiaram o evento religioso.

Fotos

registrado em:
Fim do conteúdo da página